.:: Conteudo Jovem ::.

Um Blog com Noticias para os Jovemns

Criança sobreviveu 18 minutos debaixo de água gelada

Posted by fjpaulo em fevereiro 11, 2009

Os exames comprovaram que o cérebro da menina esteve privado de oxigênio durantes 18 minutos, três vezes mais do que os seis minutos máximos que pode aguentar. Segundo os médicos, a criança teria, apenas, 2% de hipótese de sobrevivência.

Oluchi Nwaubani caiu na piscina depois de ter desaparecido de casa de uns amigos dos pais, em Bromley, Londres, em Setembro. Foi encontrada 20 minutos depois, inconsciente e com sinais vitias muito fracos. Transportada de helicóptero para o Royal Hospital, de Londres, foi depois transferida para uma unidade especializada em cuidados intensivos.

Perante o cenário, os médicos terão preparado o pai, Junior Nwaubani, para o pior. “Não adianta ter esperanças. Ela não vai recuperar”, disseram-lhe, então, sugerindo que fosse desligada das máquinas de suporte artificial de vida. Suspeitavam, os clínicos, que ainda que respirasse estivesse já em morte cerebral.

“Durante dias, disseram-nos que não tinha qualquer hipótese de subrevivência”, contou o pai, Junior Nwaibani. “Os médicos disseram-nos que era melhor desligar as máquinas de suporte artifical de vida, mas somos cristãos e oramos a Deus pela recuperação da nossa filha”, acrescentou, em declarações ao jornal “The Guardian”.

Mark Peters, consultor da unidade de cuidados intensivos de Great Ormond Street acredita que a água gelada salvou Oluchi. “Sofreu uma paragem cardíca, até ao limite da sobrevivência. A água fria baixou-lhe a temperatura do corpo, que se acredita aumentar as hipóteses de sobrevivência após paragem cardíaca”, disse.

“Paramédicos e médicos empenharam-se muito em trazê-la de volta. Embora sabendo que as hipóteses era poucas, estávamos determinados a ver o que conseguíamos fazer”, disse Mark Peters. “Estamos encantados por ver que se recuperou e que está muito bem”, acrescentou.

oluchi_nwaubani_1292472c1-300x187John Ingle, pastor do Centro Cristão de Cornerstone, em Bromlwey, que liderou uma vigília pela recuperação de Oluchi, acredita que os médicos tiveram ajuda do Divino. “Agradecemos do fundo do coração o brilhante trabalho do pessoal médico. Mas se não fosse por Deus e pelas nossas orações ela não teria sobrevivido”, disse.

O “milagre” começou a ganhar contornos três dias depois do acidente: Oluchi começou a respirar sozinha, sem assistência artificial. Três meses depois, estava de regresso a casa, capaz de caminhar, falar e jogar.

Oluchi ainda tem alguns problemas de equilíbrio, e na fala, mas fez progressos notáveis, pelo que os pais acreditam na recuperação total.

Fonte: Jornal de Notícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: